25 de jul de 2010

Comissários multam Ferrari, e caso será julgado pela FIA

Terra.com 

Os comissários do Grande Prêmio da Alemanha consideraram que a Ferrari quebrou o regulamento da Fórmula 1 após indicar que Felipe Massa deveria ceder a liderança da prova a Fernando Alonso. Desse modo, aplicaram uma multa de US$ 100 mil (R$ 176 mil) à equipe, que ainda pode ser punida com mais veemência pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo).
Logo após a corrida deste domingo, a direção da prova solicitou que os comissários observassem se a Ferrari quebrou o artigo 39,1 do regulamento da FIA, que diz: "ordens de equipes que interferem no resultado de uma corrida são proibidas".
Apesar da branda punição, a escuderia de Maranello ainda será julgada pelo Conselho Mundial, onde os dois pilotos podem ser desclassificados e a equipe receber uma sanção maior.
Oito anos atrás, quando Rubens Barrichello e Michael Schumacher protagonizaram cena semalhante no GP da Áustria, a Ferrari foi multada em US$ 1 milhão. O atual presidente da FIA, Jean Todt, curiosamente era o chefe da escuderia italiana na época.
Na visão da Alonso, "a polêmica veio da imprensa, principalmente da inglesa, que viu uma Ferrari forte neste fim de semana". Ele ainda ressaltou que os italianos formam uma equipe. "Eles são quem nos pagam no fim do mês", lembrou.
Perguntado se faria o mesmo por Massa, Fernando admitiu que "não sabe". "Se as condições de velocidade minha ou dos pneus não forem boas, talvez", comentou, observando que estava veloz desde sexta-feira. "Quem pensa que não mereço a vitória é porque não viu o fim de semana", finalizou.
Com informações da agência Gazeta Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails