24 de ago de 2010

Menina de 14 anos tem virgindade sorteada e é estuprada no DF

A polícia do Distrito Federal investiga o estupro de uma menina de 14 anos por quatro homens. A vítima afirma ter dito a virgindade sorteada durante uma festa e diz que não se lembra exatamente do que aconteceu porque havia sido dopada.

- Não dava pra eu me mexer, nem lutar. Só senti eles em cima de mim. Me senti uma pessoa muito suja.

A jovem diz ter sido convidada para a festa por uma amiga da escola, de 16 anos. Ela afirma que quando chegou no local, a colega foi embora e a deixou com a dona da casa. Em seguida, dois homens mais velhos chegaram e fizeram o sorteio.

A garota disse que pediu para ir embora e ninguém deixou. A amiga voltou com alguns jovens que a obrigaram a beber uma substância entorpecente e também foi forçada a usar maconha e cocaína. Ela perdeu os sentidos e acordou com quatro rapazes no quarto.

A garota ficou três dias nesta casa, dois deles desacordada. Quando se recuperou, estava machucada e sentia dores no corpo. De acordo com o delegado que investiga o caso, Fernando Fernandes, antes de ser levada de volta pra casa, em outra cidade satélite de Brasília, a amiga deu a ela a pílula do dia seguinte pra evitar a gravidez e fez ameaças.

- Se ela contasse o que houve pra sua família, pra polícia, pra qualquer pessoa, a autora e os demais autores iriam matar, não só a vítima, bem como toda sua família.

A dona da casa e três jovens estão presos. Outros três homens são procurados. A amiga da jovem, que recebeu R$ 200 para encontrar uma virgem, também foi apreendida.

Um exame comprovou que a menina perdeu a virgindade. Com medo, a mãe dela diz que quer sair da cidade.

- Isso foi muita maldade, maldade. Por quê?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails