19 de set de 2010

Eyeballing: Uma dose de vodka pelos olhos!


Os jovens estão substituindo os shots, drinks, coquetéis…a novidade é beber vodka pelos olhos! Sim, acredite, essa é a nova moda que popularizou-se por meio de vídeos publicados na internet e já chegou ao Brasil.
De acordo com especialistas que estudam o comportamento juvenil, a prática, conhecida como “eyeballing”, pode ser um sinal de baixa autoestima, necessidade de se enturmar ou mostrar que faz parte de um grupo.
O objetivo da “brincadeira”: tomar uma dose de vodka pelos olhos para ficar bêbado mais rápido! No entanto, as consequências não são nada engraçadas…
Assim como o olho absorve os colírios, faz o mesmo com a vodka. Isso ocorre por meio da conjuntiva, mucosa que reveste o órgão. Porém, o álcool provoca uma descamação desse tecido, levando a problemas graves.
Segundo os oftalmologistas, o “eyeballing” pode causar desde uma simples vermelhidão até danos sérios ao globo ocular, necessidade de um transplante de córnea ou levar à cegueira!
Alguns dizem que a prática começou nos Estados Unidos, inspirada em garçonetes de Las Vegas que utilizavam o truque em troca de gorjetas. Outros acreditam que a ideia surgiu como um jogo alcoólico nos pubs londrinos…independente de onde surgiu, é uma brincadeira perigosa!



Jovens pingam "colírio" de vodca nos olhos em festas no Rio

Uma nova e perigosa mania, importada dos Estados Unidos e da Inglaterra, virou febre entre jovens no Brasil, onde já fez vítimas, e chegou ao Rio de Janeiro com força. Em festas com amigos, jovens pingam vodca nos olhos para aumentar a sensação de embriaguez. A moda, conhecida como "vodka eyeballing" pode causar inflamações graves, queimação da córnea e até cegueira, alertam especialistas.

Dois universitários de Campinas, interior de São Paulo, de 21 e 23 anos, foram atendidos, nas últimas semanas, pelo oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, hospital especializado em olhos. O mais velho perdeu 95% da visão e terá que receber uma nova córnea. "Vou fazer o transplante nele, mas, por melhor que seja, ele carregará sequelas para o resto da vida por causa de uma brincadeira inconsequente que mutilou a própria visão", lamentou Queiroz Neto. O médico conta que o jovem aplicava várias doses, chegando até a virar o gargalo da vodca direto no olho.

O paciente mais novo teve menos sequelas, e o tratamento deve durar 45 dias. "Ele sofreu um edema (inchaço). Mas, como não aplicou muitas vezes, não será necessário operar", disse. Os rapazes disseram que foram influenciados por vídeos do YouTube. Em um deles, o cantor Tico Santa Cruz, do grupo Detonautas, aparece pingando a bebida nos olhos.

De acordo com o oftalmologista, a ideia de que o "colírio" de vodca possa ter efeitos alucinógenos é um mito. "A quantidade não é suficiente para embriagar uma pessoa. Os rapazes que eu atendi já estavam alcoolizados", explica o médico. Segundo ele, os sintomas de lesão são dor, vermelhidão, sensibilidade à luz, lacrimejamento e visão turva.

O especialista explica que o álcool provoca inflamação e queimadura na córnea, que é cristalina como o vidro de um relógio. "O álcool desidrata a camada externa da córnea. É como se abrisse a porta para as infecções", completa Neto.

Músico retira vídeo do YouTube
O vocalista do Detonautas, Tico Santa Cruz, 32 anos, tirou nessa segunda-feira do YouTube o vídeo em que aparecia pingando vodca no olho. No seu blog, em texto intitulado "A culpa agora é minha?", o músico repudiou afirmações de que teria estimulado outros jovens. "Foi uma brincadeira que não acrescentou nada na minha vida. Mas cada um tem que assumir as consequências do que faz. Não sou responsável se alguém pingou vodca nos olhos e teve problemas", desabafou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails