14 de out de 2010

Green Day faz o Gigantinho balançar

Do Correio do Povo

Na esteira dos grandes shows que Porto Alegre ainda vai receber até o final do ano, foi a vez do power trio Green Day mandar seu recado no palco do Gigantinho na noite desta quarta-feira (13).
A banda, que contou com o apoio de mais três músicos, promoveu até show de fogos de artifícios no palco, além de interagir com o público durante toda a apresentação.
O trio americano entrou em cena perto das 21h30 e, por mais de duas horas, manteve seu séquito de fãs ligado em tudo o que acontecia no palco.
Antes do início do show, uma cena curiosa. Um integrante da equipe da banda subiu o palco vestido com uma fantasia de coelho cor-de-rosa, e com duas garrafas de cerveja na mão, atiçou a plateia que, aos gritos, já clamava pela banda.


O grupo não decepcionou com sua mistura de hardcore, metal cru e punk rock, com letras politizadas e muito sarcasmo, em claras críticas ao "american way of life", nesse que foi um dos últimos shows da turnê do álbum 21st Century Breakdown.
Já o vocalista e guitarrista Billie Joe Armstrong chamou vários fãs ao palco, deu beijo em meninas e meninos e até cedeu o microfone para uma das fãs entoar, com o enlouquecido público, a canção Longview.
No final, Billie Joe não se conteve em agradecimento e presenteou a menina com sua guitarra e ainda brincou dizendo pra ela aprender a tocar, já que a voz não era lá essas coisas.
Antes, o vocalista fez o Gigantinho pular e cantar com um medley de covers que foi de Iron Man, do Black Sabbath, passou por Rock and Roll, do Led Zeppelin, e Highway to Hell, do AC/DC.
Mas não deixou de debochar de Axel Rose cantando Patience, hit da banda de hard rock.

Antes do final apoteótico, com mais fogos e explosões no palco, outro cover, desta vez um clássico dos Ramones, clara influência do Green Day.
Não faltaram brincadeiras no palco, com Billie Joe jogando água no público com pistolas de brinquedo e as habituais frases em português de agradecimento e, claro, a bandeira brasileira enrolada no vocalista.
O show da banda, que não vinha ao Brasil há 12 anos, ainda vai passar por Rio de Janeiro (dia 15), Brasília (dia 17) e São Paulo (dia 20).
São 20 anos de estrada e energia suficiente para fazer os mais de 13 mil fãs que lotaram o Gigantinho cantarem juntos, de hits como Boulevard of Broken Dreams, Dominated Love Slave e Basket Case (que não poderia faltar), além das canções de American Idiot e do novo disco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails