28 de fev de 2011

Motorista que atropelou grupo de Ciclistas se apresentou na Policia Civil

Zero Hora

 O funcionário do Banco Central, Ricardo Neis, 47 anos, que atropelou dezenas de ciclistas na Cidade Baixa, na sexta-feira, se apresentou à Polícia Civil por volta do meio-dia desta segunda-feira para prestar depoimento.

Neis chegou ao plantão da Delegacia de Crimes de Trânsito acompanhado de dois advogados e escoltado por quatro policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOE). Para fugir da imprensa, que o aguardava na frente do prédio, ele entrou pelo estacionamento.

Segundo o advogado Luís Fernando Coimbra Albino, Neis alegará legítima defesa dele e de seu filho de 15 anos. O motorista decidiu se apresentar para afirmar que investiu contra os ciclistas após se sentir ameaçado por supostos golpes contra seu Golf preto.

Ao chegar à sede da polícia, o advogado afirmou que, ao se encontrar cercado por bicicletas, Neis tentou "sair para o lado", mas teve os vidros do carona — onde se encontrava o filho — quebrados:

— Para preservar a integridade física dele e do filho, [Neis] tentou sair do local.

Questionado sobre o motivo do abandono do veículo, Albino afirmou que seu cliente estava com medo, pois foi avisado por um parente que estaria sendo perseguido pelos manifestantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails