1 de mar de 2011

Condutor que atropelou ciclistas será indiciado por tentativa de homicídio duplamente qualificado

Mauren Xavier / Correio do Povo


 O condutor que atropelou diversos ciclistas, na sexta-feira, em Porto Alegre, será indiciado por tentativa de homicídio doloso duplamente qualificado, por motivo fútil e redução de defesa das vítimas, segundo o titular da Delegacia de Trâsito, Gilberto Montenegro. A prisão preventiva de Ricardo Neis, 47 anos, já foi solicitada pela polícia e pelo Ministério Público.

Montenegro explicou, em coletiva nesta terça-feira, que a Polícia Civil demorou para apresentar o pedido, porque aguardava para ouvir os dois lados do caso e que a análise dos vídeos que registraram as imagens do acidente foram fundamentais para embasar a solicitação. Outra questão que contribuiu para o pedido de prisão preventiva é o fato de Neis já ter antecedentes por agressão contra a ex-companheira, registrada na Delegacia da Mulher, entre 2009 e 2010.

O titular da Delegacia de Trânsito ressaltou, no entanto, que a atitude do servidor do Banco Central foi uma reação, pois o motorista estaria se sentindo acuado, por isso fugiu. Na opinião de Montenegro, o fato do suspeito ter dito em depoimento que deveria ter ficado em casa no dia do atropelamento é uma prova da consciência do que ocorreu.

O delegado destacou ainda que houve falta de cuidado dos organizadores do grupo de ciclistas ao realizar um evento nas ruas da Capital, sem comunicar a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) nem a Brigada Militar. De 15 a 20 pessoas já foram ouvidas, mas as investigações continuam. O filho de 15 anos do condutor também prestará depoimento como testemunha, acompanhado da mãe.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails