19 de abr de 2011

Estudante de Santa Maria é preso por incitar na internet

correiodopovo.com.br

Segundo PF, detenção foi uma medida preventiva que pode ter evitado uma tragédia em instituição de ensino

Um estudante do curso de Engenharia Civil da Universidade de Santa Maria foi preso preventivamente pela Polícia Federal, porque teria criado perfis homofóbicos e racistas na internet. O homem de 34 anos pregava supostamente, em sua página no Orkut, a morte de mulheres, índios, judeus e homossexuais. As informações foram apuradas pelo repórter da Rádio Santamariense Alexandre de Grandi.

De acordo com a Polícia Federal, a detenção do estudante foi uma medida preventiva que pode ter evitado mais uma tragédia em instituição de ensino, como a que ocorreu no Rio de Janeiro. O suspeito seria introspectivo e era colecionador de armas. Segundo a polícia, teria escrito um livro conhecido como "A Bíblia Anti-humana". Ele já tem processo na Justiça e antecedentes por disparo de arma de fogo em via pública.

Em razão do perfil potencialmente criminoso, a polícia conseguiu mandado de busca e apreensão em sua residência. Informações do delegado Gustavo Schneider da Polícia Federal dão conta de que ele resistiu à prisão na semana passada ao ser abordado por oito agentes.

Depois de detido e sedado, foi encaminhado ao hospital universitário de Santa Maria e, no sábado, levado ao Instituto Psiquiátrico Forense, em Porto Alegre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails