1 de mai de 2011

Internacional é Campeão da Taça Farroupilha

Após empate em 1 a 1, vitória do Inter por 4 a 2 faz com que campeão gaúcho seja conhecido em dois clássicos 


correiodopovo.com

A Taça Farroupilha ficou no Beira-Rio. Em um Gre-Nal perigosa para cardíacos, o Inter empatou em 1 a 1 com o Grêmio após jogar melhor por quase todo jogo – na segunda metade da etapa, os tricolores souberam aproveitar a vantagem numérica, após Guiñazu ter sido expulso, e empataram no final, forçando os pênaltis. Nas cobranças, os vermelhos levaram a melhor, ganhando por 4 a 2. O resultado força mais dois clássicos para que seja conhecido o campeão gaúcho de 2011.

Passada a decisão, a Dupla se volta para a Libertadores, competição na qual têm compromissos na quarta-feira. Às 19h30min, o Inter recebe o Peñarol precisando de um empate para se classificar. Logo em seguida, às 21h50min, em Santiago, no Chile, o Grêmio enfrenta o Universidad Católica precisando de uma vitória para seguir em frente.

Alterações nas escalações foi boa para o Inter

Renato surpreendeu na escalação do Grêmio para o Gre-Nal. Mexeu no esquema tático do time, sacou Leandro e deixou apenas Borges no ataque. Gilson foi escalado na ala esquerda, completando um meio-campo de seis jogadores. O Inter, que foi com Tinga e Oscar, agradeceu as modificações. E foi para a frente.

Mais ofensivos, os comandados de Falcão encurralaram os tricolores em seu campo de defesa. Com vantagem na decisão, o Grêmio custou para ultrapassar a linha divisória do gramado, safando-se apenas porque os colorados armavam, armavam, mas esqueceram-se da objetividade.

Apesar disso, o primeiro “uh” no Beira-Rio foi em lance de ataque gremista. Gilson recebeu na intermediária e mandou uma pancada violenta. Renan precisou intervir para evitar o gol, aos 14. Aí, enfim, o Inter respondeu na mesma moeda. Com Andrezinho concluindo por cima, após boa jogada, logo a seguir.

Se não foi fatal nesse lance, Andrezinho foi decisivo no seguinte, aos 23. O meia recebeu de D'Alessandro na esquerda e levantou para a área. Rodolfo tentou se antecipar, mas passou batido. A bola sobrou para Leandro Damião e, pela 19ª vez no ano, ele balançou as redes do adversário. Dessa vez, com categoria, com um leve e suficiente toque para encobrir Marcelo Grohe, que deixava a meta.

O gol mexeu com as convicções de Renato, que mandou Leandro a campo logo a seguir, no lugar de Willian Magrão. Com dois atacantes, o Grêmio melhorou e passou a ter lances ofensivos – ainda que escassos. No melhor deles, Leandro recebeu na área e chutou forte na rede, pelo lado de fora. Antes do intervalo, Andrezinho quase acertou a trave em chute forte perto da área.

Guiñazu é expulso e Grêmio vai com tudo para cima

As coisas ainda pioraram para Renato. Gabriel não teve condições de retornar e Fernando entrou no seu lugar. Pouca diferença fez para os colorados, que armaram uma verdadeira blitz assim que que o jogo foi retomado. O segundo gol quase saiu aos 6, quando Andrezinho errou o alvo por centímetros, em chute de rebote, e aos 9, ao que Marcelo Grohe voou bonito no canto direito para evitar que D'Alessandro comemorasse mais um gol em Gre-Nal.

O Inter não ampliou e, com o passar do tempo, o Grêmio começou a se animar. E a maré virou aos 24. Guiñazu cometeu falta na meia cancha e levou cartão vermelho. Com uma grande injeção de ânimo, os comandados de Renato se atiraram à frente. Renan, então, começou a ter trabalho e o Gre-Nal ganhou uma forte dose de emoção para os seus minutos finais.

Vendo a oportunidade, o técnico gremista, então, colocou mais um atacante, Junior Viçosa, no lugar do zagueiro Vilson. Na base do abafa, deu certo. Numa pressão irresistível, o atacante que saiu do banco de reservas fez brilhar a estrela do treinador. Após confusão na área, Viçosa empatou. Eram 41 minutos do segundo tempo. Depois disso, Damião quase marcou, assim como o Grêmio. 

Na decisão dos pênaltis, o Inter foi perfeito. Em quatro cobranças, quatro gols. Já o Grêmio pecou. Borges e Fernando erraram – na segunda, Renan defendeu –, o que deixou a Taça Farroupilha no Beira-Rio e garantiu mais dois Gre-Nais nas próximas duas semanas. Por ironia do destino, o ex-gremista Rodrigo cobrou a última cobrança e comemorou seu primeiro troféu com o Inter.

 

 Taça Farroupilha – Final

Inter 1 (4)

Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Tinga, Guiñazu, D'Alessandro e Andrezinho (Juan); Oscar (Wilson Matias) e Leandro Damião. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Grêmio 1 (2)

Marcelo Grohe; Rafael Marques, Rodolfo e Vilson (Junior Viçosa); Gabriel (Fernando), Fábio Rochemback, Willian Magrão (Leandro), Adilson, Douglas e Gilson; Borges. Técnico: Renato Portaluppi.

Gols:
Leandro Damião (24/1º); Junior Viçosa (41/2º)
Cartões amarelos: Guiñazu; Gilson, Rafael Marques, Adilson.
Expulsão: Guiñazu.
Arbitragem: Márcio Chagas.
Público: 33.664 torcedores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails