30 de mai de 2011

Projeto do exército dos EUA usará videogame para treinar soldados

'Dismounted Soldier Training System' custará cerca de US$ 57 milhões. Mundo virtual utiliza motor gráfico de game de tiro 'Crysis 2'.

O motor gráfico CryEngine 3, da desenvolvedora Crytek, utilizado para criar o mundo virtual do game de tiro em primeira pessoa "Crysis 2", será utilizado em um projeto de US$ 57 milhões do exército dos Estados Unidos para treinar soldados.

Chamado de "Dismounted Soldier Training System" (DSTS), sistema de treinamento de soldado desarmado, em português, o sistema apresenta um mundo virtual criado exclusivamente para dar aos soldados uma experiência no videogame que seja o mais próximo da que eles irão encontrar em um confronto real. Assim, o exército acredita estar treinando os combatentes com maior eficácia.

No treinamento, os soldados utilizam um colete e um capacete equipados com sensores, câmeras e dispositivos de vibração, além de ficarem em um tapete especial. O jogo é visualizado por meio de óculos de realidade virtual. Desse modo, eles entram em diversos tipos de missão, desde em terra quanto no ar ou no mar, combatendo durante a noite contra diversos tipos de inimigos, por exemplo. O sistema ainda usará veículos como tanques, carros e aviões.

A expectativa é que o DSTS entre em funcionamento em 2012, com espaço para treinar 100 unidades.

g1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails