8 de dez de 2011

Cão que foi enterrado vivo no interior de SP pode ter novo dono

folha.com
Um cãozinho de quatro meses que passou mais de 12 horas enterrado em Novo Horizonte (399 km de SP) pode ganhar um novo dono.

De acordo com Marco Antônio Rodrigues, presidente da Associação Mão Amiga, que resgatou o animal, uma mulher de Araçatuba ligou para ele nesta quarta-feira (7) e, emocionada, disse querer ficar com o cachorro.

A história do salvamento do filhote começou na terça-feira. A associação recebeu uma denúncia de maus-tratos e o vice-presidente da entidade, Alexandre Rodrigues, saiu para apurar.

Nenhum animal foi encontrado na casa do suspeito, que alegou que o cão havia fugido. Em conversas, porém, vizinhos disseram suspeitar que o homem havia enterrado o filhote, pois já havia feito isso com outro cão.

O protetor de animais foi embora, mas, como a história não saía de sua cabeça, acabou voltando na manhã seguinte à casa do suspeito. Ele percebeu uma porção de terra remexida, resolveu entrar, e acabou desenterrando o filhote ainda vivo.

"Quando eu soube, não quis acreditar que era verdade. Não entendo como um ser humano chega a esse ponto", disse Marco.

O cachorrinho estava quase sem pelos, desnutrido, e com ferimentos nos olhos --ainda corre risco de ficar cego. Ele foi levado para um clínica veterinária, onde deve ficar em tratamento por ao menos 15 dias.

"As pessoas estão contribuindo, uma dá R$ 10, outro dá R$ 20, outro dá mais. Vai ficar um valor meio alto, e não temos condições de bancar tudo".

No estabelecimento, os funcionários começaram a chamar o vira-lata de Titã.
De acordo com Marco, a associação registrou um termo circunstanciado na polícia, que vai investigar o caso e convocar o antigo dono do animal a prestar depoimento.

Após o resgate do filhote, o suspeito teria dito que o enterrou por estar sofrendo com problemas de saúde.

O presidente da associação conta que o trabalho de resgate de animais vítimas de maus-tratos é feito há 12 anos em Novo Horizonte. Nos últimos meses, a entidade vem recebendo uma média de cinco a seis denúncias por dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails