8 de fev de 2012

O Bairrista pode estrear na TV




O portal O Bairrista deve estrear seu próprio programa de TV no Rio Grande do Sul até abril.

Junior Maicá, estudante de Ciências Contábeis de Cachoeirinha responsável pela saga do perfil no Twitter que já virou livro, anunciou a novidade ao participar de um bate-papo na Campus Party nessa terça-feira, 07.
Maicá não revela qual a emissora, nem o formato que o programa terá.
 
Possibilidades...
O editor do Bairrista já participou de um programa na rádio FM Pop Rock, da Ulbra, que também mantém a Ulbra TV, com cobertura focada na região metropolitana.

Além disso, Maicá tem uma coluna no caderno jovem do jornal gaúcho Correio do Povo, hoje nas mãos da rede Record – dona da TV Record RS e da Rádio Guaíba.
 
Segue a sátira
O Sensacionalista, um dos sites nos quais Maicá se inspirou, já possui um “noticiário” similar ao Jornal Nacional da TV Globo no canal de TV por assinatura Multishow.

O estilo é o mesmo: sátira da sociedade.
“Isso é o que o Bairrista é, uma sátira. Nem sempre o pessoal entende isso, mas o que a gente faz é brincar com esse orgulho do gaúcho”, pondera Maicá.
Apostar na piada interna deu certo.

Criado há um ano, o perfil conta atualmente com 61 mil seguidores. E o portal – o “jornal oficial do Rio Grande” – tem entre 700 mil e 800 mil visitantes por mês, já tendo chegado a 2 milhões de views.
 
O Bairrista

O Bairrista atinge um público de 15 a 50 anos e já vendeu 500 exemplares do livro recém-lançado.

A “marca” O Bairrista já lançou um aplicativo para o Facebook, o FaceBagual, com as funções adaptadas ao gauchês. E Maicá já estreou como palestrante em cursos de mídias sociais.

“Até o final do ano tô comprando a Zero Hora”, brinca Maicá.
Ao lado de outras duas outras celebridades da internet –  o autor do perfil @NairBello (104 mil seguidores), Gustavo Braun, e Cauê Moura, criador do canal Desce a Letra, no YouTube (292.877 inscritos) – Maicá deu a entender que não se deixa levar pelo “fascínio da fama”.

Maicá trabalha na empresa “de casa”, um escritório de contabilidade, junto com seus familiares.

“Eu vou fazendo o que eu gosto, pelo tempo que eu gosto. Já fiz rádio por duas semanas, não gostei e parei. Ganho algum dinheiro com internet, mas não larguei meu trabalho”, diz o gaúcho.
 
* Guilherme Neves cobre a Campus Party a convite da organização do evento

via baguete.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails