31 de mar de 2014

Pop Rock FM - 17 anos






 Texto Extraido do site : http://www.carosouvintes.org.br/10-anos-da-pop-rock-a-radio-da-ulbra/  
 E Wikipédia

A história  da Pop Rock FM, de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, passa, sem dúvida, por pelo menos duas festas, que marcam, quase sem querer, mudanças significativas no dia-a-dia da emissora ligada à Universidade Luterana do Brasil. Por Luiz Artur Ferraretto


A primeira delas não tinha nada a ver com a rádio em si. Foi em março de 1997 e serviu para promover o lançamento do CD Pop, da banda irlandesa U2 no Rio Grande do Sul. Estavam lá Mauro Borba, responsável pela FM desde 1992, e Alexandre Fetter, então na Atlântida FM. De um bate-papo dos dois, começaria a surgir a nova cara da estação dos 107,1 MHz. A programação não seria nem tão comercial como a da Atlântida, de onde Fetter se transferiria em seguida, nem tão independente das paradas de sucesso como a Ipanema, de onde Mauro Borba tinha vindo cinco anos antes. E o nome iria se inspirar no da Rock and Pop, de Buenos Aires, acreditando que a ordem dos fatores não afeta muito o produto final.

-A “rádio da Ulbra”, identificação constante da emissora dentro da estratégia de marketing da universidade junto ao público jovem, já funcionava desde o final dos anos 80, mas não havia estourado no gosto dos ouvintes. De fato, com o slogan “A onda que você esperava”, em 22 de julho de 1988 a Grande Porto Alegre ganhara uma estação que se propunha a ser uma espécie de college radio. Chamava-se, na época, Felusp FM, sigla da Fundação Educacional Luterana São Paulo e operando, de início, nos 88,9 MHz. Dois anos depois, migrava para os 107,1 MHz. Gerenciada então por Roberto Coconut, a rádio fugia do modelo deste tipo de emissora de baixa potência existente em instituições de ensino dos Estados Unidos, embora se caracterizasse, em um primeiro momento, pelo mesmo tipo de música: o rock não-comercial, aqui conhecido como alternativo.

Em 1992, a convite da diretora da Assessoria de Comunicação Social da Ulbra, Sirlei Dias Gomes, o jornalista Mauro Borba assumiu a gerência, saindo da Ipanema FM. A estréia do comunicador coincidiu com um show do Barão Vermelho promovido pela Felusp, indicando também que a universidade começava a ampliar os seus investimentos na área de radiodifusão. Uma das primeiras medidas da nova administração foi trocar o nome Felusp por 107.1 FM, mais facilmente identificável pelo público. Cinco anos depois, com a rádio, dentro da estrutura da instituição, respondendo ao vice-reitor da Ulbra, Leandro Becker, ocorreria, depois da tal festa de lançamento do CD Pop, a contratação de Alexandre Fetter.

Nos dez anos seguintes, a parceria entre Mauro Borba, a parte rock desta combinação, e Fetter, o lado pop, fez o sucesso da rádio, que, por vezes, ultrapassou em audiência a Atlântida FM, mas sempre ameaçou a estação da RBS.


Mas março de 2007 guardava uma surpresa aos ouvintes e até alguns funcionários. A data marcava um novo momento da "Rádio da Galera" (atual slogan): pela primeira vez, desde que a denominação Pop Rock foi adotada, Alexandre Fetter não se fazia presente, o locutor voltava para a Rádio Atlântida FM levando outros dois comunicadores com ele, Cagê e Mauricio Amaral. Mas a crise durou pouco, pois a rádio fez contratações de peso como por exemplo Adriano Dominguez, Simone Cabral e Eron Dalmolin que já fizeram parte do elenco da Atlântida.

Ainda em 2007, no mês de julho, a Pop Rock 107.1, emissora matriz de uma rede com várias retransmissoras espalhadas pelo Rio Grande do Sul, anunciava uma mudança significativa, a estação deixava de transmitir sua programação a partir do campus Canoas da Ulbra para operar a partir do centro de Porto Alegre, onde se torna mais acessível aos seus ouvintes e anunciantes. Já em março de 2008 estreava o novo diretor de programação da rádio (cargo antes ocupado por Fetter e Paulo Inchauspe). Thadeu Malta assumiu a função, e em abril já colocava no ar uma de suas apostas fortes para a Pop Rock, A Máquina do Cafezinho, transmitindo mais de 40 partidas da dupla Grenal naquele ano, um grande case no FM, que incomodou não só a concorrência direta, mas também sacudiu até a Rádio Gaucha.

Em dezembro de 2010 foram anunciadas duas mudanças: a de programação, retornando aos hits do rádio jovem gaúcho, brasileiro e mundial, e a de sede, que ocupa hoje o prédio do desativado Museu de Tecnologia da ULBRA.



E em 2013 a Pop Rock FM, foi vinculada a rede de rádios MIX FM extinguindo a éra de 16 anos da "Rádio da Ulbra, Pop Rock FM" , no dia 1º de Abril de 2014 a rádio estaria completando 17 anos. Foram muitas alegrias, amizades, despedidas, tristezas e surpresas.

Saudades e incertezas do FM gaúcho, só sabemos que esses 16 anos foram os melhores desta geração.
Obrigado Mauro Borba, Arthur de Faria, Carlos Couto, Mauricio Amaral, Kg Lisboa , Alexandre Fetter
Foi através desta formação que nossos ouvidos presenciaram grandes momentos do Cafezinho
A todos locutores que passaram por La:
  • Luis Claudio Farias
  • Eduardo Gomes
  • Carlos Alberto
  • Beth Prata
  • Roger Vox
  • Everton Cunha - Mr.PI
  • Celso Garavelo
  • Renato Pereira
  • Adriano Domingues
  • Márcio Paz
  • Carolina Reque
  • Ricardo Padão Fernanda Cristina Vasconcelos
  • Eduardo Santos
  • Ramiro Ruschel
  • Eron Dalmolin
  • Paulo Ricardo Gaertner Inchauspe
  • Luciano Lopes, vulgo "Barth Lopes"
  • Gustavo Broch, vulgo "Gustavo B Rock"
  • Cristiano Pereira vulgo "Cris Pereira"
  • Oswaldo Júnior, vulgo "Piá”
  • Eduardo Mendonça
  • Bivis
Formação atual do Cafezinho  da MIX FM POA
  • Simone Cabral, Arthur de Faria, Lucas Krug, Pedro Espinoza , Thadeu Malta Oliver Cabeludo e Mauro Borba

Um comentário:

  1. O Thadeu Malta foi contratado pela Band, para ser o gerente de programação da rádio Ipanema. Decorrente disso, o Bivis voltará para a ''Radio da Ulbra'' assim assumindo o lugar do Thadeu, voltando a ser o âncora do Cafezinho e sendo o novo gerente de programação da rádio.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails